Artigos de 

Miguel Pina e Cunha

Liderança & Pessoas

A notícia da morte do escritório é manifestamente exagerada

O escritório comporta vantagens indubitáveis: permite sair de casa, oferece oportunidades de socialização que fomentam sentimentos de partilha – e, como assinalou Lucy Kellaway, com a sua habitual ironia, faculta ocasiões para encontrar maridos ou mulheres. Somos seres sociais necessitados da proximidade física – e a proximidade virtual não a substitui.
Liderança & Pessoas

Paradoxos da Liderança: Otimismo pessimista, pessimismo otimista

Miguel Pina e Cunha e Arménio Rego lançam novo livro em Outubro. Como pré publicação, disponibilizamos aos nossos leitores alguns extratos deste novo trabalho, "Paradoxos da Liderança", onde os autores abordam e se debruçam sobre como gerir contradições, dilemas e tensões da vida organizacional.
Liderança & Pessoas

Paradoxos da Liderança

Miguel Pina e Cunha e Arménio Rego lançam novo livro em Outubro. Como pré publicação, disponibilizamos aos nossos leitores alguns extratos deste novo trabalho, "Paradoxos da Liderança", onde os autores abordam e se debruçam sobre como gerir contradições, dilemas e tensões da vida organizacional.
Liderança & Pessoas

Liderar em tempos de crise

O Covid-19 é uma anomalia assustadora. Mas é mais assustadora do que “anomalia”. A norma, ou o novo normal, parece ser a da ameaça epidémica permanente: a Organização Mundial de Saúde acompanhou 1438 epidemias entre 2011 e 2018. A hiper-urbanização e as alterações climáticas tornam mais prementes as pandemias e outros perigos ecológicos. Importa, pois, que nos preparemos, coletivamente, para esta realidade – a que as organizações, incluindo as empresariais, continuarão a estar naturalmente submetidas. O otimismo que se desenvolveu após ter sido “vencida” a crise anterior está agora a ser vencido pelo pessimismo oriundo de mais uma crise, esta porventura mais preocupante para a nossa existência.
Adam's Choice

A nova arte da escolhedoria

A palavra, claro, não existe. Mas a ideia é esta: como fazer escolhas entre opostos sem ter que ignorar a tensão entre eles? O professor Miguel Pina e Cunha dá-lhe a resposta.

Estamos no instagram!

visitar perfil