O que têm atletas de alta competição, treinadores e executivos em comum? Todos precisam de gerir condições pessoais, físicas, emocionais e cognitivas para alcançar a melhor performance possível. Há um conjunto de pressupostos que criam um bom líder, dentro e fora do campo. Paulo Beckert, coordenador da Unidade de Saúde e Performance da FPF e médico da Seleção Nacional A portuguesa desde 2014, explica quais as condições necessárias para atingir este patamar.
A

- De que forma as condições pessoais, físicas, emocionais e cognitivas afetam o exercício de uma liderança de alta performance?

Para uma liderança de alta performance é essencial que o líder consiga obter e manter de forma prolongada um nível de satisfação e equilíbrio entre as condições pessoais, físicas, emocionais e cognitivas. Qualquer fator que afete a sua condição física ou psíquica irá afetar certamente a sua capacidade e disponibilidade no processo de liderança, sobretudo quando se trata de uma liderança de alta performance. 

 

- Estas são questões importantes para atletas, mas também para treinadores. De que forma é que estes pontos se cruzam com o mundo empresarial?

Para os atletas de alta competição e para seus treinadores, a excelência dos resultados só é possível de atingir com adequado planeamento do treino nas suas diferentes componentes físicas, técnicas e táticas, associadas a uma gestão adequada das vertentes de recuperação pós esforço, nutrição, prevenção de lesões, sono e equilíbrio emocional, entre outras. 

No mundo empresarial, e à medida que se desenvolvem processos de gestão e planeamento mais sofisticados e competitivos, assiste-se, cada vez mais, à valorização da adoção de hábitos de vida saudável onde a nutrição, o exercício físico e o sono são de primordial relevância.

É na presença e reconhecimento de que as condições a que se refere acima devem existir de forma equilibrada, para otimizar a performance (específicas de cada atividade, quer seja desportiva ou empresarial) estes pontos cruzam-se com o mundo empresarial.

 

- A pandemia levou muita gente a agravar o seu estado de sedentarismo. Como é que, nestas circunstâncias, se assegura a manutenção do estado físico e mental?

De facto, a pandemia veio a pôr em evidencia ou agravar o estado de sedentarismo de uma larga faixa da população. Os confinamentos e restrições impostas vieram a dificultar os hábitos de exercício físico regular que para muitos era essencial para assegurar a manutenção de um adequado estado físico e mental. Nestas circunstâncias particulares da fase em que nos encontramos, e em que felizmente assiste-se a um desagravamento das restrições, é fundamental que cada um de nós inclua nos seus já congestionados horários (trabalho, vida familiar) tempo para a atividade física, seja ela uma simples caminhada, corrida, passeio de bicicleta, ida ao ginásio, à piscina, ou um jogo de futebol entre amigos.

 

- Como conseguimos equilibrar performance e fadiga?

Questão sem dúvida complexa para a qual as ciências ligadas ao desporto procuram cada vez mais soluções e respostas mais eficazes. Diria, de uma forma muito simplista, que só adequando as cargas de treino e os tempos de recuperação de forma a evitar a fadiga crónica. Ou dizendo de outra forma, devendo-se investir em todos os processos que permitam uma eficaz recuperação pós-esforço após a administração de cargas ótimas de treino. A nutrição, a hidratação, o sono, o exercício de recuperação, a crioterapia, a hidroterapia, entre outros, são valências utilizadas nos processos de recuperação.

 

- Deu apoio médico à Seleção Nacional de futebol em várias competições, incluindo no Euro 2016, e a atletas que participaram em várias edições dos Jogos Olímpicos. Este acompanhamento é o segredo para uma equipa vencedora?

O segredo para uma equipa vencedora, a meu ver, é haver talento, quem oriente esse talento no sentido de um talento coletivo, fazendo deste conjunto de talentos uma equipa vencedora, e haver várias equipas por detrás que acompanhem os atletas e respondam às múltiplas necessidades destes, contribuindo para a sua performance individual e do coletivo, destacando-se assim todos os seus intervenientes como uma verdadeira Equipa de equipas.  A equipa de Saúde e Performance é uma das equipas da Equipa Ganhadora que refere (quer se trate de uma Equipa de desportos coletivos, quer se trate de uma Equipa de desportos individuais).

Já conhece o nosso programa
Centro de Alto Rendimento e Liderança?
Publicado em 
3/11/2021
 na área de 
Liderança & Pessoas

Mais artigos de

Liderança & Pessoas

VER TODOS

Join Our Newsletter and Get the Latest
Posts to Your Inbox

No spam ever. Read our Privacy Policy
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.