Nova SBE

Como o Coaching pode ajudar a ultrapassar os desafios do líder “virtual”

20 de Abril de 2021 por Alexandra Barosa Pereira

Já havia evidências claras de que as estruturas organizacionais, tais como as conhecíamos, precisariam de mudar no século XXI. A capacidade de adaptação contínua, aliás, é uma das competências mais desejadas em líderes e equipas. Contudo, apesar de as organizações criarem, há muito, planos de contingência para fazer face a necessidades de adaptação repentinas, poucas estavam preparadas para a mudança radical provocada pelos sucessivos confinamentos exigidos pela pandemia.

Artigo de Alexandra Barosa Pereira| Leitura de 5 minutos

Como-o-Coaching-pode-ajudar-a-ultrapassar-os-desafios-do-lider-virtualDylan Ferreira @dylanferreira

 

A COVID-19 apenas tornou transparente os desafios da mudança para o ambiente virtual, sendo a abordagem de liderança em trabalho remoto uma das provas de fogo. E ainda não é claro por quanto mais tempo se estenderá esta necessidade de distanciamento. Desta forma, como podem os líderes das organizações conviver com todas as vulnerabilidades emergentes neste processo de confinamento? Como podem os líderes apoiar as equipas a encontrar as suas soluções, a aprenderem com aquilo que corre menos bem, e a assumirem maior nível de responsabilidade e compromisso mesmo trabalhando à distância?

O coaching de liderança dinâmica (Dynamic Leadership Coaching) é a função que permitirá ao líder “virtual” desempenhar com eficácia o seu papel, e a toda a equipa agilidade na adaptação improvisada. Em momentos em que o contexto requer um estilo de liderança colaborativo, paciente e motivador de reinvenção, como o contexto em que a COVID-19 nos colocou, esta função fará certamente a diferença.

Se a sua tarefa é liderar uma equipa, a partir de casa, estes são os princípios que deve ter em conta:

1 – Clarifique expetativas – a transparência e a especificação são elementos-chave numa comunicação mais distante ou espaçada; ainda ninguém consegue ler a mente dos outros, por isso é importante passar informação o mais especifica possível e criar abertura para o questionamento; assegure-se que todos os elementos da sua equipa entendem e estão comprometidos com o que é esperado deles ao nível da tarefa, mas também de comportamentos no espaço virtual, e que está claro para todos quais as suas interdependências. Será, então, importante obter o acordo de todos os envolvidos nas regras e tarefas virtuais, questionando o entendimento de cada um até sentir que o quadro de referências está alinhado;

2 – Mantenha canais abertos à comunicação e ao alinhamento – no momento atual temos observado um acréscimo de reuniões sem espaços entre as mesmas. De repente, parece que todos têm que provar que estão a trabalhar procurando reuniões para o fazer. O planeamento de reuniões sem intervalos, impossibilita o espaço de partilha que acontecia quando saímos de uma reunião e nos dirigíamos em conjunto para o elevador. Ora, a segurança psicológica entre os elementos da sua equipa, é crucial para a motivação e o engagement em soluções eficazes e inovadoras (tão necessárias em tempos de incerteza). Mais do que referir que está disponível por telefone ou Teams sempre que alguém necessitar do seu apoio, assegure que transmite aos elementos da sua equipa que estará na reunião 10 minutos antes e ficará na call 10 minutos após terminarem a reunião para momentos de feedback mais informal, e incentive todos a fazer o mesmo.

3 – Assegure momentos de aprendizagem coletiva – todos vivemos momentos que nunca tínhamos experienciado. É importante assegurar que a riqueza das aprendizagens que obtemos neste novo local de reinvenção, seja tornada consciente e permaneça estruturada coletivamente. Certamente todos temos aprendido novas formas de interação e de produzir. Veja esta aprendizagem como oportunidade para melhorar procedimentos e aprofundar relações humanas, anteriormente dado como adquirido, e promova a improvisação no caminho para um nível diferente de desenvolvimento.

lideranca-em-trabalho-remoto

Tópicos: Artigos de Opinião, Liderança & Pessoas

Subscreva o nosso Blog

 

Nova SBE

Quer escrever
para o Blog?

Saber mais