Nova SBE

PME’s em 2021: Navegar na tempestade

14 de Fevereiro de 2021 por João Silveira Lobo

Queria dar-vos excelentes notícias. Gostava de dizer-vos que a tempestade já passou, mas não consigo! No entanto, ainda assim, há notícias. Não são boas nem más, são apenas remediadas! São as principais tendências que 2021 nos traz e alguma dose de vacinação que nos pode ajudar a manter o barco à tona até a bonança voltar.

Artigo de João Silveira Lobo | Leitura de 6 minutos

PMEs-2021-navegar-na-tempestadeMItodru Ghosh @wrik2493


1. DIGITAL
Se a vossa pegada digital ainda é levezinha, então carreguem no acelerador! Com fornecedores, clientes, oportunidades de negócio, potenciais contratos, com todos nós a olhar para um ecrã durante o dia (e às vezes durante a noite), devemos encontrar a vossa empresa/marca muito mais e bem melhor no ciberespaço. Na net e nas mais variadas redes sociais!

2. AGILIDADE
As PME’s sempre se conseguiram mexer mais rapidamente que as grandes empresas. Está na altura de carregar no acelerador! É agora que têm de mostrar grande adaptabilidade, pois as restrições que viveram em 2020 não vão desaparecer tão depressa. Seja na logística, no marketing, na produção, na gestão das equipas, rompam com as ortodoxias da vossa indústria e/ou da vossa empresa e regressem à condição de criança “É assim!? Porquê? Porque não há de ser de outra forma? Destruam a TINA (There Is No Alternative)!

3. ESCASSEZ DE TALENTO
A necessidade de manter o talento que já possuem e de adquirir o novo talento vai continuar a ser um desafio constante! Não se esqueçam de que a maior banheira de talento que existe no nosso país são as universidades – desafiem-nas a cooperar convosco para formação, recrutamento e desenvolvimento de projetos.

4. ESCASSEZ DE €€€€€€
As dificuldades financeiras não desapareceram! Os €€€€ da bazuca ainda não chegaram. Sejam criativos na busca de fontes de financiamento! Cuidado para não chegarem ao fim do ano mais endividados do que como começaram em 2021. Mais vale 80% de alguma coisa do que 100% de coisa nenhuma! Factoring, Cash-Advance, são soluções de recurso, mas trazem dinheiro fresco ao caixa! De forma mais estrutural, encontrar um sócio que acredite no projeto da vossa empresa e traga dinheiro é certamente uma solução que não pode ser deixada de lado.

5. COMÉRCIO ELECTRÓNICO
Veio para ficar! Não apenas nas gerações mais jovens, mas para todas as gerações. É relevante para 2021 e para os anos que se seguem. Seja B2C ou B2B, repensem o vosso modelo de negócio, pois mesmo que falemos de apenas 20% do volume de negócios ninguém se pode dar ao luxo de os perder! Não são muitos os negócios que, perdendo 20% da faturação, conseguem compensar a margem que perdem com ganhos de eficiência.

6. FOCO NOS CLIENTES
São os únicos que verdadeiramente pagam as contas das empresa! Como têm cada vez mais escolhas, necessitam de ser acarinhados e comprometidos com a vossa empresa, com os vossos produtos e serviços e com os vossos valores. Aumentem a proximidade com os clientes, tragam-nos para dentro da vossa empresa para vos ajudarem a desenvolver os produtos/serviços que eles verdadeiramente valorizam e a identificar e corrigir os erros que todos cometemos nos negócios.

7. COMUNIDADE LOCAL
Muitas PME’s têm um mercado significativo à porta de casa! O envolvimento com a comunidade local é não apenas um ato de responsabilidade social, mas também uma forma de criar reputação que alarga, através do “boca a boca”, o mercado potencial, gerando vendas com margens interessantes.

Mar encapelado? SIM… porém, algumas das tendências que vos deixo se forem bem “surfadas” podem permitir dizer que “há vida para além de 2021”! Basta que haja Humildade para aprender de novo, Ambição para vencer, Rigor no que cada um de nós se dispõe a fazer, e Transparência na forma como lidamos com os que nos rodeiam e, claro, Emoção na forma como o fazemos. …

Bons Negócios!

Gestão de Empresas Familiares


Tópicos: Artigos de Opinião, Negócios Sustentáveis

João Silveira Lobo

Publicado por: João Silveira Lobo

Assistant Professor (Adjunct) @ Nova School of Business and Economics

Subscreva o nosso Blog

 

Nova SBE

Quer escrever
para o Blog?

Saber mais